Sexo, Pinga e Tião Carreiro In Roll

Zé Barrero e Catuaba

Compositor: Não Disponível

Com minha moto
Eu acelero no campo
Aperto o gado
E a mandioca que cê gosta eu planto
Eu tiro leite da vaquinhas cinco da manhã
Ouvindo rock até riscar o meu CD do Guns
Só uso roupa preta
Porque as branca tão no varal
E as minha calças eu rasguei nas cerca do quintal

E quando bate a vontade de ficar doidão
Eu vou pra venda na beira da estrada
E bebo pinga com limão
E agora que eu to bêbado, chapado
Toca um Tião Carreiro
É hoje que nós dorme num acocheiro
E acorda no puteiro

Se na cidade grande o meu lema
É sexo, droga e rock in roll
Aqui no campo é puta, pinga
E sertanejo do interior
Aos 20 anos deixei a grande São Paulo
Porque sofria bullying no meu trabalho
Na construtura todos me chamavam de cabeção
Mais no roçado meu apelido novo é campeão

Sou mulherengo
Mais na cidade grande
Não tiver sorte
Aqui na roça
Eu esfolo a glande
E quando bate a vontade de ficar doidão
Eu vou pra venda na beira da estrada
E bebo pinga com limão

E agora que eu to bêbado, chapado
Toca um Tião Carreiro
É hoje que nós dorme num acocheiro
E acorda no puteiro
Se na cidade grande o meu lema
É sexo, droga e rock in roll
Aqui no campo é puta, pinga
E sertanejo do interior

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital